#RETROSPECTIVA: ACONTECEU NA ZAMBÉZIA EM 2017 [COMPILAÇÕES]







Não se pode negar a agressividade dos zambezianos em 2017, no concernente a lançamentos de novos trabalhos. Independentemente de onde as musicas foram trabalhadas, a verdade é que neste ano prestes a chegar ao fim, a música Zambeziana esteve melhor posicionada, regionalmente, do que nos anos anteriores. Um dos factores para tanto sucesso foi escolha da melhor estratégia de lançamento.
Admitimos nós que, uma faixa avulsa, pode render tantos fãs (ou dinheiro) quanto uma EP, Mixtape ou um Álbum, desde que o artista saiba como divulgá-la bem. Entretanto, os Artistas Zambézianos, muitas vezes, optaram por lançar compilações (Um conjunto de musicas lançadas em forma de Single, EP, Mixtape ou Album) que de certa forma, ajudou a colocar a sua marca no mercado e reservar o seu espaço artistico para as proximas temporadas.
Veja a seguir algumas compilações, de Artistas Zambezianos, lançadas em 2017:
1. Key Key – Nimwalana
“NIMWALANA” é, na verdade, um Single de três faixas. Foi lançado no princio do ano e tem,até o momento, cerca de 3.357 Downloads (so no nosso site). A Musica mais acessada é a quele nomeia o single.

2. Deps (Tal X) – Game Time

“GAME TIME” é uma Mixtape composta por cinco (5) faixas, do genero Hip Hop, complectamente produzida pela Primo Recordz. A Mixtape tem, até agora, 2.013 downloads (no nosso site). A musica mais acessada foi “Chuva de Punch”, a mesma que foi publicada com faixa promo da mixtape.
3. Tusheyna – Doce & Amargo

“DOCE & AMARGO” é uma EP de quatro (4) faixas, dos géneros Zouk e Kizomba. Todas as musicas que compõe a EP foram produzidas dentro da provincia da Zambézia. A compilação conta agora com cerca de 6.091 Downloads (no nosso site). A Musica mais acessada é intitulada “Nada a Ver”, foi também a musica promocional na EP.
4. Ságio Tiago – Sentimentos

“SENTIMENTOS” é outra EP zambeziana, composta por quatro (4) faixas, do género Kizomba. A EP recebeu, até agora, cerca de 3.006 downloads (no nosso site) e a faixa musica mais acessada chama-se “Batata Doce”.
5. Lyric Squad – We Are The One

“WATO” é um sigle com apenas duas (2) faixas ao estilo Rap, que também passam pelos estudios PRIMO RECORDZ. Conta agora com 653 Downloas (no nosso site). A faixa mais acessada é a “Cima a Baixo”, com a participação da Tusheyna.
6. Primo D´Barros – Celebration

“CELEBRATION” é também um Single, com duas faixas do género Afro Pop. Desde o seu lançamento o single conta comcerca de 2.912 Downloads (no nosso site). A musica mais acessada é “One Kiss”, com participação do jovem prodigio Simba.
7. D Clay – Anelorender

“Anelorender” é, na verdade, uma EP composta por oito (8) faixas. Nesta EP, os géneros variam desde o Rap, Afro Pop, Soul e assim por diante. Esta compilação já conta com 1.467 downloads (no nosso site). A musica mais acessa foi, também, a promocional da EP “Anelorender”.


Como musikanova, gostaríamos de ter publicado um (01) Álbum Zambeziano ao menos, mas embora não tenhamos conseguido, confiamos e acreditamos nos nossos artistas. Acreditamos, também, que o facto de se pensar em lançar compilações é como se os Artistas estivessem treinando para um Álbum e, pelo número e qualidade das compilações que nos é apresentada já ficamos, não satisfeitos, mas felizes por sentirmos uma certa evolução.


Vale dizer/informar que não foram lançadas apenas 07 compilações durante o ano todo,o facto é que foram consideradas apenas as que foram lançadas no site musikanova.net , com relativa exclusividade e evitamos tornar o artigo muito extenso.
Para terminar, queremos também realçar o facto de que as compilações mantém o reportório musical dos artistas mais organizado e trás para eles um certo grau de boa postura quando estão em situações de negociação para algum trabalho na sua área, dai que incentivamos a olharem para esta via como uma boa opção para os seus próximos lançamentos.


Share on Google Plus

About Musika Nova

Se me conheces com base no meu passado, permita-me que eu me apresente novamente!