Um Telefone Fabricado Em África, Por Africanos e Para os Africanos


O mercado tecnológico e de hardware em África tem dado passos significantes no que toca à indústria das telecomunicações. Nos últimos anos, empreendedores, multinacionais, governos e empresas de telecomunicações entraram no setor com o objetivo de construir aparelhos fabricados em África que desafiariam a participação de mercado com empresas como TranssionApple e Samsung.

A maior operadora de redes móveis em África, MTN e a startup Onyx Connect anunciaram os seus planos e lançaram os seus próprios telefones locais. O grupo de investimento pan-africano, Mara, recebeu apoio do Banco Africano de Desenvolvimento no mês de novembro para desenvolver um smartphone de alta qualidade que entre principalmente nos mercados africanos com o objetivo de exportação para a Europa.

Com o crescimento do mercado africano de telecomunicações, as partes interessadas querem fornecer dispositivos acessíveis para dados, com sistemas operacionais especializados, acesso a todas as aplicações e com uma capacidade maior de tempo de bateria – um telefone fabricado em África, por africanos e para os africanos.

No entanto, parte dessa mudança envolve a política económica quanto a substituição de importações na industrialização, que exige que as nações troquem as importações estrangeiras pela produção nacional. Com o amadurecimento dos ecossistemas tecnológicos e um crescente interesse em novas tecnologias, o lançamento de novos telefones inteligentes e de recursos poderia impulsionar a produção, criar mais empregos e atrair investidores estrangeiros.

Leia mais clicando aqui.
Share on Google Plus

Sobre Musika Nova

Se me conheces com base no meu passado, permita-me que eu me apresente novamente!