Entrevista da Danykas DJ - A Senhora de Seres Produções


Quando se fala da música feita em Angola, automaticamente pensamos no Kuduro. Como já é sabido, o estilo nasceu em Angola, no final do anos ’80, e começou primeiro por ser um estilo de dança e só mais tarde se tornou num género musical.

Envolve um estilo africano peculiar, com uma mistura de elementos electrónicos, breaksfunk e loops característicos daquela época, para criar melodias feitas pelo povo angolano, mais precisamente em Luanda, com a contribuição do pioneiro, Tony Amado, o “pai” do Kuduro.

E com vontade de manter o estilo vivo e presente na cultura musical da “banda” (Angola, na gíria) nasceu a Seres Produções, pelas mãos de DJ Satelite, um dos produtores do álbum Estado Maior do Kuduro, um clássico dos Lambas – o primeiro álbum a vender mais de 10 mil cópias em Angola – e produtor do álbum Batida Únika de Bruno M, outra grande referência nacional do Kuduro.
No ano de 2002, a Seres decidiu focar-se no Kuduro e fazer dele parte integrante da sociedade. A Seres Produções tornou-se assim numa das principais casas de produção do Kuduro e agora do Afro-House em Angola.
E para dar um pouco mais a conhecer sobre os artistas da Seres Produções, a Bantumen marcou uma conversa com a Danykas DJ. 
No mundo da música Daniela Andrade é conhecida como Danykas DJ. Nasceu em Lisboa-Portugal mas com origens cabo-verdianas. Na mesa de mistura é onde se encontra e desencontra, e como o gira discos, a sua vida sempre girou em torno do que as músicas transmitiam. Começou tudo em casa, com os pais, principalmente pelo seu pai que cultivou o espírito e a paixão musical em todos.
Saiba mais, vendo o video abaixo:



Créditos: Bantumen
Share on Google Plus

Sobre Musika Nova

Se me conheces com base no meu passado, permita-me que eu me apresente novamente!
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário